quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Felicidade que incomoda.

         





Bonito para quem tá "IN"

           Seria feio dizer que a felicidade do outro me incomoda? Seria arrogância pedir para que as pessoas felizes me deixassem um pouco de lado? A alegria do outro lembra a tristeza que eu tranco, dentro do meu quarto, quando eu saio para "badalar". Eu seria cretino se recusasse convites para sair por isso? Me diz, eu tenho culpa de sentir essa coisa toda quando vejo um casal de pombinhos? Isso é inveja? Despeito? Fica bonito na foto um casal e o pardal solteirão do lado? Será que não seriam eles que deveriam se preocupar e ter cuidado com a minha fragilidade emocional? Talvez eu só queira achar que estou entre iguais, e não me sentir excluído, mal amado. Não mereço amar também? É castigo? É temporário? Por que vocês todos sempre dizem a mesma coisa? Relaxa meu amigo, isso passa. Passa quando? E por que vocês também não tiveram essa fase? Se somos todos iguais, por que ele merece mais do que eu, ou eu tenho que sofrer mais do que ele? Me diz qualquer coisa, só pra eu poder pousar minha cabecinha no travesseiro e dormir tranquilo, nem que seja por uma noite.

2 comentários:

Jeronymo Artur disse...

passa quando? pergunta difícil. cada um tem um tempo. e, o pior, ninguém sabe qual é. a gente só sabe quando ele acaba. e ponto. é simples de se dizer, mas difícil de se viver. mas, quem disse que seria fácil? não espere por um amor, não fique de braços cruzados esperando o amor chegar. quando ele vem, ele vem e pronto. enquanto isso se entrega de corpo e alma para as outras coisas da vida. se ame. amar-se antes é o primeiro passo para achar o outro amor.

não. não é fácil. mas é aí que está a graça. você perceberá quando for a hora. x)

João disse...

Sou muito ansioso e impaciente, tenho que relaxar. Acho que ficar focado nisso vai é afugentar amores. Vou anotar o conselho.