quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Status: Sozinho/Solitário

O fato de estar sozinho há muito tempo não vem me afetando tanto quanto no início do ano. A cada mês que passa, essa coisa chamada solidão vai ficando cada vez mais fraca, ainda que de vez em quando ela volta, um pouco mais forte, um pouco mais agressiva, porém, vai embora mais rápido. O fato de estar sozinho neste momento não significa que eu vou estar sozinho daqui alguns meses, mas isso não é uma certeza absoluta, é só um desejo pressuposto. O que me afeta não são os casais que vejo na rua, o problema está quando chego em casa, ou quando preciso de ajuda. Não é porque estou sozinho que choro antes de dormir, é porque eu tenho vontade de contar como foi meu dia e não há ninguém ali do lado segurando minha mão, ou trocando os canais na televisão. O que me afeta não é estar sozinho agora, mas sim a possibilidade disso se estender pelos próximos vinte anos.

Um comentário:

Lue disse...

Que bonito!
E triste!

A solidão tbm me acompanha! Eu sempre a mando ir embora, mas ela, insistente, fica e sempre fica!Fazer o que?! Já fiz dela uma grande amiga.
Por isso que eu canto:

"Me sinto tão só
E dizem que a solidão até que me cai bem
Às vezes faço planos
Às vezes quero ir
Pra algum país distante
Voltar a ser feliz..."

=)

Feliz Ano Novo, João!!
Vamos brindar?!
ashaush'


brinde#


bjo raro!