sábado, 21 de março de 2009

Subindo pelas paredes?

Quem nunca ouviu alguem dizer, seja amigo ou sejá lá quem for, "estou subindo pelas paredes" ou o clássico "estou matando cachorro a grito"? Provavelmente todo mundo. E não estou relacionando essas frases com o fato de se estar solteiro, ou algo do gênero, e sim pela falta de sexo na sua vida. Muitas pessoas tratam de sexo, como quem vai para balada e beijam algum desconhecido. Sexo por diversão, sexo por falta do que fazer. E o sentido da palavra some, evapora, não há amor, carinho, tempo. Fica a pressa, a falta desesperadora, de algo que deveria ser especial, talvez a luz de velas, ou ouvindo aquela musiquinha calma e excitante ao mesmo tempo. Enquanto muitas pessoas se estrangulam, correm para os chats, ou buscam aquele velho affair somente para se satisfazer, eu me junto a este grupo mas com objetivos diferentes. Concordo com o fato de sexo ser algo importante, mas daí fazer dele apenas uma ação do cotidiano, como acordar e tomar café todo dia, é demais. E daí se estou a meses sem suar com alguém na horizontal? Foda-se. Piadinhas constantes são totalmente relevantes. Sim, além das pessoas abusarem da palavra sexo com quem abusa de catchup no cachorro-quente, ainda implicam com você por não ser igual a eles. Não, eu não tô procurando sexo constante. A última coisa que eu penso quando eu vejo alguém interessante na rua, é em nós dois deitamos na cama, soltando gemidinhos de prazer, e perguntando no final de tudo "E aí foi bom pra você?". O que eu queria tem nome, e concerteza não se chama sexo. Há quem diga que existe coisas melhores do que rir absurdamente de coisas sem sentido com aquela pessoa, tirar fotos que talvez enfeitarão a estante da cama por muito tempo, sair numa tarde qualquer para passear, passar uma noite inteira assistindo um filme na cama sem nada acontecer. Primeiros encontros se tranformaram em despedidas. Um beijo não vem seguido de uma palavra de carinho. A mão boba que antes era inocente, agora sabe muito bem do que se trata. Há coisas mais importantes e bonitas do que sexo, e essas eu nunca deixarei de priorizar.

Um comentário:

...Tiago Teles disse...

Presentinho pra vc no meu blog =D